Documentos:
» Pesquisar
Date Picker
» História

 

 
Padroeiro: Divino Salvador.
Habitantes: 1.057 habitantes (I.N.E.2001) e 814 eleitores em 31-12-2003.
Sectores laborais: Agricultura e pecuária, indústria têxtil, hotelaria, extracção de granito, construção civil, transformação de madeira e pequeno comércio.
Tradições festivas:Santo António (3º Domingo de Junho), Senhor dos Passos (3º Domingo de Agosto).
Valores patrimoniais e aspectos turísticos:Igreja paroquial, capelas de Santo António e do Senhor dos Passos, alminhas e cruzeiros, nicho de Santo António, Paço de Vitorino, portal do Palácio do Freixo (Porto), Castro celta da "Subidade ", praia fluvial no rio Lima, casas do Mosteiro, da Torre, da Pousada e da Fonte da Bouça.
Artesanato: Tamancaria.
Colectividades: Associação Desportiva de Vitorino das Donas e Grupo Cultura Musical Orquestra de Vitorino das Donas.
 
 
Com cerca de 426 ha, a Freguesia de Vitorino das Donas está localizada na margem esquerda do rio Lima, onde desfruta de  terras muito produtivas.
Aproximadamente 8 Km a separam da Vila de Ponte de Lima  a sede do concelho a que pertence.
Os seus principais lugares são: Aldeia, Barco,  Boucinha, Brufe, Cachada, Carvalhal, Fonte da Bouça, Fonte Nova, Forno, Garrida, Madorno, Milheiros,  Outeiro, Paço, Pessegueiro, Pica, Queiráu, Regueiro, Torre, Trelamas, Venda Nova e   Viso
Os seus limites estão assim estabelecidos: a Norte, o rio Lima, tendo a Freguesia de Fontão  na outra margem; a  Sul, as Freguesias de Facha e de Geraz do Lima Sta Leocádia, esta ultima pertencente ao Concelho de Viana do Castelo;  a Nascente, a Freguesia de Correlhã e a Freguesia de Seara; e a Poente a Freguesia de Moreira de Geraz do Lima, que pertence ao Concelho de Viana do Castelo.
 
 
Acerca da história conhecida de Vitorino das Donas, recorremos a uma das suas fontes, o no livro “ Inventário Colectivo dos Arquivos Paroquiais, Volume 2 – Norte,  Arquivos Nacionais  / Torre do Tombo, Secretaria de Estado da Cultura, Dezembro de 1994”, que nos diz textualmente:   « A primeira referência a Vitorino das Donas remonta ao ano de 915 e encontra-se na doação que Ordonho II fez à Sé de Lugo, de algumas vilas e igrejas, entre as quais é mencionada a de "Vulturinos".
Em abundante documentação do século XII, Vitorino das Donas é ainda citada sob aquela designação.
Nas Inquirições Afonsinas, de 1220 e 1258, enquadrava-se na Terra de Santo Estêvão de Riba Lima. Chamava-se "Sancto Salvatore de Voitorio" ou "Voitorino".
Na taxação das igrejas, a que se procedeu em 1320, o mosteiro de Vitorino das Donas aparece já na Terra de Penela, com o rendimento anual de 100 libras.
Em 1258, o Livro dos Benefícios e Comendas regista que este mosteiro de freiras, pertencia à Terra de Penela, rendendo 120 libras.
Segundo informa Américo Costa, existiu nesta freguesia um Mosteiro da Ordem de São Bento, que foi extinto em 1589, tendo as suas religiosas transitado para o convento de São Salvador de Braga. Diz o mesmo autor, que S. Salvador de Vitorino das Donas pertenceu ao antigo concelho de Santo Estêvão da Facha e foi vigairaria da apresentação do dito mosteiro de S. Salvador de Braga, tendo passado mais tarde a reitoria.
 
Inventário do Património Arquitectónico
 
Informações detalhadas acerca de:
 
► Casa da Fonte da Bouça, quinta, tapada e os anexos agrícolas
►Paço de Vitorino
Portada proveniente do Palácio do Freixo
 
 
Fontes consultadas: Dicionário Enciclopédico das Freguesias, Freguesias- Autarcas do Séc. XXI, Inventário Colectivo dos Registros Paroquiais Vol. 2 Norte Arquivos Nacionais /Torre do Tombo e Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais.

 

Sul d´Lima...
2010-05-21 19:09:00 Informações relativas às actividades de Sul d´ Lima
Tempo Viana do Castelo